Beneficiário

Acesso aos beneficiários:

PLANO - POR QUE FAZER?

Por que fazer um Plano de SAÚDE DENTAL?
Simplesmente porque a SAÚDE começa pela boca. É importante ter bons dentes e gengiva saudável para que se possa mastigar bem os alimentos, fonte principal da vida. Além desta. existe uma série de outras razões, entre as quais citamos algumas. Veja abaixo: 

Por que fazer um Plano de SAÚDE DENTAL UNIODONTO?
Porque dentre todos os planos de saúde odontológica oferecidos, a UNIODONTO de SC com certeza terá um plano que atenderá suas necessidades e caberá bem no seu bolso. Além disto a UNIODONTO de SC, desde 1980 atuando neste estado, é uma cooperativa formada por mais de 1.400 Cirurgiões Dentistas Catarinenses preocupados com a saúde bucal. E tem mais! Com um plano UNIODONTO de SC, uma dor de dente nunca o pegará desprevenido.

UMA HISTÓRIA DE SUCESSO
A Uniodonto uma operadora de planos odontológicos organizada por Cirurgiões Dentistas que se associaram para oferecer serviços de elevado nível técnico e social. No mercado brasileiro desde 1972 (Uniodonto de SC desde 1980), o Sistema Uniodonto oferece o melhor plano de assistência odontológica do país.

UMA ESTRUTURA QUE GARANTE CREDIBILIDADE
Hoje, em seu quadro de Cirurgiões Dentistas, mais de 20.000 (só em Santa Catarina são mais de 1.400) profissionais associados distribuídos por todo o país, prestando um atendimento de qualidade a mais de 1 milhão de usuários em todo o Brasil. A Uniodonto garante a qualidade total de seus serviços porque mantém seus profissionais em constantes atualizações e em contato com o que há de mais avançado na odontologia atualmente.

ABRANGÊNCIA NACIONAL
A expansão da Uniodonto garante a melhoria de seus serviços em todo o território nacional, trazendo a oportunidade para milhões de brasileiros em todas as regiões, tratarem da saúde de seus dentes de forma moderna e confiável. Esta expansão é responsável também pela redução de custos, beneficiando assim, todas as camadas da população.

VANTAGENS DO SISTEMA NACIONAL UNIODONTO
Com a Uniodonto, você ou sua empresa podem contar com mais saúde e vantagens efetivas a seus familiares ou funcionários:

• Atendimento em consultório particular ou clínicas associadas com hora marcada;
• Livre escolha do Cirurgião Dentista Cooperado;
• Benefício extensivo aos seus dependentes;
• Atendimento personalizado e adequado a todas as faixas etárias;
• Assistência odontológica em todas as especialidades;
• Atendimento de emergência em todo o território nacional, através dos mais de 20000 associados;
• Custos acessíveis e vários planos de pagamento;
• Garantia Uniodonto da qualidade dos serviços prestados.
NOVAS COBERTURAS DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA
A Uniodonto disponibiliza planos com coberturas em todas as áreas da odontologia moderna: 

• Diagnóstico;
• Tratamento de Urgências / Emergências;
• Destística Restauradora;
• Endodontia;
• Prevenção em saúde bucal;
• Periodontia;
• Radiologia;
• Prótese;
• Ortodontia;
• Implantodontia.

UNIODONTO PROMOVENDO UMA VIDA SAUDÁVEL
Cada vez mais, a saúde e o bem estar são fatores determinantes para o desempenho da produtividade dos funcionários. A qualidade de vida tornou-se diferencial competitivo no mercado. Oferecer a melhor assistência odontológica a seus funcionários é garantir satisfação, segurança e produtividade.
Para isso, a Uniodonto é a melhor opção, oferecendo o que há de melhor e mais moderno em planos de assistência odontológica e principalmente, garantindo a melhor relação custo-benefício.

MAIS SAÚDE, MELHORES DESEMPENHOS
Na administração de recursos humanos, a saúde é aspecto primordial, pois ela interfere diretamente na produtividade da empresa. Pessoas saudáveis e bem dispostas dedicam-se mais ao trabalho,ausentam-se menos de suas atividades e passam a sentir mais valorizados dentro da empresa, respondendo com maior desempenho. Por isso, é cada vez maior o número de empresas que tem encontrado na Uniodonto a solução prática para este tipo de problema.

PLANOS ESPECIAIS PARA SUA EMPRESA
A Uniodonto, além de todas essas vantagens, oferece a melhor cobertura, desenvolvendo projetos especiais de acordo com o perfil da sua empresa.
Não espere mais. Decida-se pelo melhor Plano de Assistência Odontológica do Brasil. A UNIODONTO elogia a preocupação com a sua saúde bucal, agradece a opção por esta Cooperativa e sugere que estenda a inscrição a todos seus dependentes, participando assim, da GRANDE FAMÍLIA UNIODONTO. Mas, se você ainda não é usuário UNIODONTO, entre em contato conosco, associe-se e desfrute de todas as vantagens que temos para lhe oferecer. Somente a UNIODONTO com sua rede de cooperados oferece a comodidade de ter um profissional próximo de sua casa ou trabalho.

Ligue - (47) 3041- 8070 / 3037-8000
Uniodonto, sempre a melhor solução.

PLANOS OFERECIDOS

PLANO

Pessoa Física

Se você está procurando informações de planos para pessoa física, acesse o link abaixo.

pLANO

Procedimentos Acessórios

Caso queira mais informações sobre plano complementar, acesse o link abaixo.

TABELAS E PLANOS

Tabela Referencial de Procedimentos Básicos e Acessórios e as Coberturas dos Planos para beneficiários da Uniodonto de SC
Beneficiário - consulte sua empresa para obter os valores da USO e demais informações.
Todos os valores das Tabelas são em U.S.O. - Unidade de Serviço Odontológico. Para efeito de cálculos, consulte a Uniodonto ou a Empresa.

COBERTURAS

COBERTURA E TERMINOLOGIA DOS PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS DA TABELA DA UNIODONTO-SC / FEDERAÇÃO
Edição agosto 2010 baseado na TUSS – Terminologia Unificada de Saúde Suplementar

DIAGNÓSTICO
1- Consulta odontológica para avaliação técnica de auditoria - perícia inicial
2- Consulta odontológica para avaliação técnica de auditoria - perícia final
3- Consulta odontológica inicial
01- Avaliação técnica – perícia inicial e ou final (cód. 0130/ 0135) só podem ser realizados quando solicitados pelo beneficiado / Empresa ou UNIODONTO-SC / FEDERAÇÃO e somente por um avaliador / perito indicado pela UNIODONTO-SC / FEDERAÇÃO.
02- Consulta odontológica inicial - exame clínico - considera-se para exame, diagnóstico, preenchimento de documentos e proposta de tratamento, e consiste em anamnese, preenchimento de GTO, diagnóstico das doenças e anomalias bucais do paciente, plano de tratamento e prognóstico.
EMERGÊNCIA / URGÊNCIA
1- Colagem de fragmentos que consiste na recolocação de partes de dente que sofreu fratura, através da utilização de material dentário adesivo.
2- Controle de hemorragia com ou sem aplicação de agente hemostático que consiste na aplicação de hemostático e/ ou sutura na cavidade bucal.
3- Consulta Odontológica de Urgência (tratamento de odontolagia aguda) que consiste na remoção do agente causador da dor (cárie ou trauma) com posterior colocação de curativo de “demora”.
4- Imobilização dentária temporária que é um procedimento que visa à imobilização de elementos dentais que apresentam alto grau de mobilidade, provocado por trauma ou doença periodontal.
5- Incisão e drenagem (intra ou extra oral ) de abscesso, hematoma ou flegmão da região buco-maxilo-facial que consiste em incisão dentro ou fora da cavidade bucal e ou face e posterior drenagem do abscesso.
6- Recimentação de trabalhosprotéticos que consiste na recolocação de trabalho protético.
7- Redução simples da luxação da ATM se caracteriza por luxação da ATM (articulação temporo-mandibular) quando na abertura máxima da boca ocorre o deslocamento do processo condilar para fora da cavidade mandibular e o paciente não é capaz de realizar a reposição da mandíbula ( fechar a boca) sem ajuda. A cobertura da redução da luxação consiste no reposicionamento do processo condilar para dentro da cavidade mandibular, quando sua realização for passível em ambiente ambulatorial.
8- Reimplante dentário com contenção que consiste na recolocação do dente no alvéolo dentário e conseqüente imobilização.
9- Sutura de ferida buco-maxilo-facial que consiste em reduzir ferimentos intra orais por aproximação dos bordos da ferida com suturas (pontos) quando necessário.
10- Tratamento de abcesso periodontal agudo que consiste na drenagem e instrumentação cirúrgica de bolsas periodontais profundas.
11- Tratamento de alveolite que consiste na limpeza do alvéolo dentário.
CONDICIONAMENTO
1- Condicionamento em odontologia que consiste em consultas de adaptação para os beneficiários com comportamento não cooperativo ou de difícil manejo.
EXAMES DE LABORATÓRIO
1- Diagnóstico anatomopatológico que consiste em exame feito de tecido obtido por biópsia incisional ou excisional (cód 5080). O objetivo principal do exame é a definição clara de uma patologia: neoplásica, inflamatória, infecciosa, etc. No caso de neoplasias, são fornecidas informações para o estadiamento e prognóstico.
2- Teste de fluxo salivar que consiste em observar a saliva com relação ao volume secretado sob o estímulo mecânico (que é o fluxo salivar).
RADIOLOGIA
1- Radiografia interproximal (bite-wing) é realizada com película periapical inteira ou cortada ao meio, ou ainda com película infantil, mesmo que realizada em adulto. As películas podem ser de 3,0x2,0; 3,5x2,2; 2,4x4,0; 4,0x2,4; 4,0x3,0 ou 5,3x2,6.
2- Radiografia oclusal é realizada com película oclusal inteira, com filme simples ou duplo. As películas podem ser 5,7x7,5cm ou 5,7x7,6 cm.
3- Radiografia panorâmica é realizada como auxílio diagnóstico pré e/ou pós procedimento cirúrgico.
4- Radiografia periapical é realizada com película periapical inteira ou cortada ao meio, ou ainda com película infantil, mesmo que realizada em adulto. As películas podem ser de 2,0x3,0; 2,2x3,5;2,4x4,0, ou 3,0x4,0. 2,4x4,0; 4,0x2,4; 4,0x3,0 ou 5,3x2,6.
PREVENÇÃO EM SAÚDE BUCAL
1- Aplicação de selante de fóssulas e fissuras que consiste na aplicação de produtos ionoméricos, resinas fluidas, foto ou quimicamente polimerizadas nas fóssulas e sulcos de dentes posteriores decíduos e ou permanentes e na face palatina de incisivos superiores permanentes.
2- Aplicação tópica de Flúor (fluorterapia) que consiste na aplicação direta de produtos fluorados sobre a superfície dental.
3- Atividade Educativa em saúde bucal que consiste em informar e motivar o beneficiário quanto à necessidade de manter a higiene bucal, devendo ser fornecida orientação quanto: a) aos métodos de higienização e seus produtos, tais como escovas dentais, fios dentais, cremes dentais e anti-sépticos orais, tanto no que diz respeito à qualidade quanto ao uso; b) à cárie dental; c) à doença periodontal; d) ao câncer bucal; e) à manutenção de próteses.
4- Controle de biofilme (placa bacteriana) que consiste no uso de substâncias evidenciadoras para identificação da presença de biofilme nas superfícies dentárias e seu respectivo controle.
5- Dessensibilização dentária que consiste em aplicar um composto oral através de um procedimento que seja útil para aliviar a dor e o desconforto causado por dentes hipersensíveis
6- Profilaxia e polimento coronário que consiste no polimento da superfície coronária do dente através de meios mecânicos.
7- Remineralização dentária que consiste, através da aplicação de um composto dental, obter qualquer ganho onde ocorrreu uma desmineralização do dente através da decomposição de minerais. Procedimento incluído na aplicação de selante, na aplicação tópica de flúor, na dessensibilização dentária e na raspagem supra e sub gengival.
ODONTOPEDIATRIA
Os procedimentos necessários para usar na odontopediatria devem ser procurados nas especialidades em que se enquadram.
DENTÍSTICA
1- Ajuste oclusal por desgaste seletivo que consiste na realização de pequenos desgastes seletivos visando a obtenção de harmonia oclusal.
2- Aplicação de cariostático que consiste na aplicação de medicamento que visa estacionar o processo de cárie bem como a eliminação de sítios de retenção de biofilme.
3- Faceta direta em resina fotopolimerizavel que consiste na restauração de dente anterior que tenha sofrido alteração de cor ou forma anatômica, com uma faceta direta em resina fotopolimerizavel.
4- Núcleo de preenchimento que consiste na reconstrução, com qualquer material, de dente seriamente comprometido pelo processo carioso antes da confecção de uma restauração definitiva, não envolvendo a câmara radicular.
5- Remoção dos fatores de retenção de biofilme dental (placa bacteriana) que consiste na remoção de fatores retentivos tais como o cálculo, tártaro, restauração em excesso, próteses mal adaptadas ou mesmo o ponto de contato entre os dentes que dificultem a limpeza e o uso do fio dental. Em suma, eleminação dos sítios de retenção do biofilme.
6- Restauração de amálgama e resina fotolimerizavel que consistem em utilizar manobras para recuperar as funções de um dente que tenha sido afetado por cárie, traumatismo ou afecção estrutural, em uma ou mais de suas faces.
7- Restauração com ionômero de vidro que consiste numa manobra utilizando material (ionômero de vidro) para recuperar as funções de um dente que tenha sido afetado pela cárie previamente (capeamento-base) ao material restaurador.
8- Restauração temporária / tratamento expectante que consiste numa manobra conservadora onde se remove o tecido cariado e a subseqüente utilização de material restaurador temporário com o objetivo de proteger o complexo polpa dentina.
9- Restauração atraumática que consiste numa manobra conservadora onde se remove o tecido cariado sem a utilização de instrumento rotatório.
ENDODONTIA
1- Capeamento pulpar direto que consiste em utilizar manobras para recuperar um dente que tenha sido afetado por cárie ou fratura profunda no caso de exposição pulpar através da utilização de produtos específicos para proteger a polpa dentária e na tentativa de se evitar o tratamento endodôntico.
2- Pulpotomia que consiste em remover a polpa coronária de dentes decíduos e / ou permanentes.
3- Pulpectomia que consiste em remover toda a polpa de dentes deíduos ou permanentes e tem seu valor já incluído em qualquer procedimento de endodontia.
3- Remoção de corpo estranho intracanal / núcleo intraradicular / trabalho protético que consiste em retirar o núcleo/corpo estranho e ou peça / trabalho protético da cavidade intrarradicular, com finalidade endodôntica ou protética.
4- Tratamento de perfuração endodôntica (radicular / câmara pulpar) que consiste no tratamento medicamentoso para selamento de perfuração radicular, por via endodôntica.
5- Tratamento endodôntico de dente com rizogênese incompleta que consiste no tratamento endodôntico específico com objetivo de fechamento do forame apical por um tecido duro mineralizado (apicificação e apicegênese).
6- Tratamento endodôntico em dente decíduo que consiste em remover a polpa coronária e radicular e preencher a câmara e condutos com material obturador.
7- Tratamento endodôntico em dente permanente uni / bi ou multirradicular que consiste em realizar manobra em dentes com um ou mais condutos radiculares, realizando a abertura da câmara pulpar, remoção da polpa, preparo químico mecânico e preenchimento do(s) conduto(s) com material obturador.
8- Retratamento endodôntico em dente uni / bi ou multiraradicular que consiste na remoção do material obturador do conduto radicular (incluso no valor do procedimento), preparo químico e mecânico quando indicado e seu preenchimento com material apropriado em dentes incisivos, caninos, pré-molares e molares.
PERIODONTIA
1- Aumento de coroa clínica que consiste em uma intervenção cirúrgica para recuperação do espaço biológico (aproximadamente 3 mm a partir da crista óssea alveolar até a borda do dente) necessário do dente, para posterior tratamento.
2- Cirurgia periodontal a retalho que consiste em um procedimento cirúrgico que consiste na redução de bolsas periodontais infra-ósseas (acima de 4 mm) através de retalho mucoperiodontal e, subseqüente debridamento da superfície radicular e correção de irregularidades das cristas ósseas.
3- Cunha proximal que consiste em um procedimento cirúrgico periodontal objetivando a remoção da papila interproximal em casos de hiperplasia gengival.
4- Gengivectomia / Gengivoplastia que consiste em um procedimento cirúrgico que consiste na redução de bolsas periodontais supra-ósseas (até 4 mm) ou para refazer contornos gengivais anormais tais como crateras e hiperplasias gengivais.
5- Raspagem sub-gengival e alisamento radicular / curetagem de bolsa periodontal que consiste na remoção de induto e/ou cálculo sub-gengival, seguida de alisamento radicular (presença de bolsa periodontal acima de 4 mm de profundidade) e a profilaxia.
6- Raspagem supra-gengival e polimento coronário / profilaxia que consiste na remoção de induto e/ou cálculo supra-gengival seguido de alisamento e polimento coronário (ausência de bolsa periodontal – sulco gengival até 4 mm de profundidade.
PRÓTESE
1- Coroa de acetato, aço ou policarbonato que consiste numa restauração com coroa feita do material acetato, aço ou policarbonato em dentes decíduos não passíveis de reconstrução por meio direto e/ ou dentes permanentes em pacientes não cooperativos / de difícil manejo.
2- Coroa provisória com ou sem pino / provisório para preparo de RMF que consiste em um procedimento de caráter provisório em dentes permanentes não passíveis de reconstrução por meio direto antes da reconstrução / restauração definitiva.
3- Coroa total de cerômero unitária – inclui a peça protética - que consiste numa restauração unitária com coroa total feita do material cerômero em dentes permanentes anteriores (incisivos e caninos) não passíveis de reconstrução por meio direto.
4- Coroa total metálica unitária – inclui a peça protética - que consiste numa restauração unitária com coroa total feita de material metálico em dentes permanentes posteriores (pré-molares e molares) não passíveis de reconstrução por meio direto.
5- Núcleo metálico fundido – núcleo pré-fabricado – inclui a peça protética - que consiste numa restauração com pino feito de material metálico (núcleo metálico fundido) / pino pré-fabricado (núcleo pré-fabricado) em dentes permanentes com tratamento endodôntico prévio.
6- Restauração metálica fundida (RMF) – inclui a peça protética - que consiste numa cobertura para bloco (restauração) de metal em dentes posteriores permanentes com comprometimento de 3 ou mais faces, não passíveis de reconstrução por meio direto ou dentes com comprometimento de cúspide funcional, independente do número de faces afetadas.
CIRURGIA
1- Alveoloplastia que consiste em corrigir cirurgicamente os alvéolos dentários após a realização de extrações múltiplas.
2- Amputação radicular que consiste em remover cirurgicamente uma ou mais raízes dentárias.
3- Apicectomia uni / bi ou multirradicular com ou sem obturação retrógrada que consiste em remover cirurgicamente a zona patológica periapical, conservando o dente ou dentes que lhe deram origem, seguida da ressecção do(s) ápice(s) radicular(es) e ainda da obturação do forame apical em uma raiz ou mais raízes.
4- Aprofundamento / aumento de vestíbulo (por arcada) que consiste em um procedimento cirúrgico com o objetivo de corrigir a inserção da gengiva inserida no fundo do sulco aumentando a sua profundidade.
5- Biópsia de boca / glândula salivar / lábio / língua / maxila ou mandíbula que consiste em remover cirurgicamente um fragmento de tecido, mole e ou duro alterado, para fins de exame anatomopatológico.
6- Bridectomia / bridotomia que consiste em realizar incisão cirúrgica para correção do posicionamento da musculatura existente entre a mucosa da bochecha e a borda da gengiva.
7- Cirurgia para tórus mandibular unilateral que consiste em remover cirurgicamente algumas formas de exostoses ósseas unilaterais, na região de mandíbula e/ou maxila.
8- Cirurgia para tórus mandibular bilateral consiste em remover cirurgicamente algumas formas de exostoses ósseas bilaterais, na região de mandíbula e/ou maxila.
9- Exérese ou excisão de cistos de mandíbula / maxila que consiste na remoção de pequenos cistos da mandíbula e / ou maxila quando a localização e características da lesão permitir a realização do procedimento em ambiente ambulatorial.
10- Exérese ou excisão de mucocele / rânula / cálculo salivar que consiste em remover cirurgicamente lesão dos tecidos moles (principalmente lábios), causada por retenção de saliva devido à obstrução de glândulas salivares; remover cirurgicamente um tipo de cisto de retenção que ocorre especificamente no assoalho da boca, associado aos ductos da glândula submandibular ou sublingual.
11- Exodontia a retalho que consiste em realizar extração dentária de dentes normalmente implantados que exijam a abertura cirúrgica da gengiva.
12- Exodontias simples de decíduo que consiste em realizar extração dentária de dentes decíduos.
13- Exodontias simples de permanente que consiste em realizar extração dentária de dentes normalmente implantados.
14- Exodontia de raiz residual que consiste em realizar extração dentária da porção radicular de dentes que já não possuem a coroa clínica.
15- Frenulectomia / fenulotomia labial / lingual
- Frenulectomia /f renulotomia labial que consiste em realizar ressecção cirúrgica da hipertrofia do tecido fibro-mucoso presente na base do lábio, denominado hipertrofia de freio labial.
- Frenulectomia / frenulotomia lingual que consiste em realizar ressecção cirúrgica da hipertrofia do tecido fibro-mucoso presente na base da língua, denominado hipertrofia de freio língual.
16- Odontosecção (hemisecção)com ou sem amputação radicular que consiste em realizar a separação da estrutura dentária, mediante corte, tendo por finalidade:
- A manutenção da parte sadia e a remoção da parte comprometida;
- O tratamento da área periodontal afetada com a manutenção das estruturas dentárias seccionadas podendo ainda ser usada para facilitar a extração do elemento dentário.
17-Punção aspirativa com agulha fina / coleta de raspado em lesões ou sítios específicos da região buco-maxilo-facial que consiste na obtenção de células de órgãos e tecidos de lesões ou sítios específicos da região buco maxilo facial com o uso de uma agulha de pequeno calibre ou a partir da coleta de raspado.
18- Redução cruenta de fratura alvéolo dentária (fratura alvéolo dentária) consiste em reduzir o alvéolo por meio de técnica cirúrgica com exposição dos fragmentos ósseos fraturados, com contenção por meio rígido (cirurgia aberta).
19- Redução incruenta de fratura alvéolo dentária (fratura alvéolo dentária) consiste em reduzir o alvéolo por meio de manobra bidigital, sem exposição dos fragmentos ósseos fraturados (cirurgia fechada).
20- Remoção de dentes inclusos ou impactados que consiste em remover dentes cuja parte coronária está coberta por mucosa ou quando a totalidade do dente encontra-se no interior da porção óssea.
21-Remoção de dentes semi-inclusos ou impactados que consiste em remover dentes cuja parte coronária pode estar parcialmente no meio bucal e outra parte está semi-encoberta pela mucosa e ou semi encoberta por porção óssea.
22- Tratamento cirúrgico de fístulas buco-nasais ou buco-sinusais que consiste no tratamento cirúrgico da comunicação entre a cavidade bucal e cavidade nasal (fístula buco-nasal) e da comunicação entre a cavidade bucal e o seio maxilar (fístula bucosinusal), quando a localização e características da lesão permitirem a realização do procedimento em ambiente ambulatorial.
23- Tratamento cirúrgico de hiperplasias / tumores benignos de tecidos moles da região buco-maxilo-facial que consiste no tratamento cirúrgico do crescimento anormal de células benignas (tumor) e do aumento do número de células (hiperplasia) de tecidos moles da mandíbula ou maxila, quando a localização e características da lesão permitirem a realização do procedimento em ambiente ambulatorial.
24- Tratamento cirúrgico de hiperplasias / tumores benignos de tecidos ósseos / cartilaginosos na mandíbula / maxila que consiste no tratamento cirúrgico do crescimento anormal de células benignas (tumor) e do aumento do número de células (hiperplasia) do tecido ósseo ou cartilaginoso, da mandíbula ou maxila quando a localização e características da lesão permitirem a realização do procedimento em ambiente ambulatorial.
25- Tratamento cirúrgico para tumores odontogênicos benignos (sem reconstrução) que consiste no tratamento cirúrgico, sem reconstrução, do crescimento anormal de células benignas originadas dos tecidos e formadores do dente, quando a localização e características da lesão permitirem a realização do procedimento em ambiente ambulatorial.
26- Ulectomia consiste em remover cirurgicamente a porção (osso) superior de um processo hipertrófico muco-gengival que normalmente envolve dentes não erupcionados.
27- Ulotomia consiste em realizar incisão do capuz mucoso para que o dente permanente possa erupcionar.

COMO USAR SEU PLANO

Tudo sobre o funcionamento do convênio. Tire suas dúvidas!

APRESENTAÇÃO - SOBRE O SISTEMA UNIODONTO

A Uniodonto é uma Cooperativa Odontológica sem fins lucrativos, organizada por Cirurgiões Dentistas que se associam segundo os princípios do cooperativismo, com a finalidade de prestar assistência odontológica a um custo acessível e ao alcance da população, dentro da realidade brasileira. A Uniodonto de SC - Cooperativa Administradora de Contratos - a que você agora está ligado é uma operadora de planos odontológicos registrada na ANS sob número 342203.

A sua sede é na cidade de Blumenau - SC e possue escritórios de representação nas cidades de Chapecó, Florianópolis, Itajaí, Joinville e Rio do Sul. A Uniodonto de SC juntamente com as outras Uniodontos e Federações existentes no país, formam o SISTEMA UNIODONTO DO BRASIL. O Plano de Saúde Odontológico a que você e seus dependentes aderiram, foi elaborado para atender integralmente as suas expectativas e necessidades e está de acordo com a nova Regulamentação dos Planos de Saúde. Os procedimentos odontológicos oferecidos nos planos comercializados pela Uniodonto são realizaveis em consultório e ou clínicas a nível ambulatorial e quando necessário, sob anestesia local.

DIREITOS DO USUÁRIO

São direitos do Usuário Beneficiado:

Cobertura dos Procedimentos Odontológicos Contratados. Atendimento com Cirurgião Dentista Cooperado (prestador) em consultório particular na área geográfica de abrangência. Livre escolha do Cirurgião Dentista Cooperado (prestador), bem como o direito de mudar de Cooperado. Atendimento de Emergência ou Urgência em todo território nacional, através do Sistema Uniodonto ou por reembolso pela Tabela Uniodonto. Conferir os atos Odontológicos que está assinando na ficha clínica e nunca assinar em branco. Lembre-se que os atos Odontológicos praticados, são de inteira responsabilidade do C. Dentista que os efetuou. Informar a Uniodonto qualquer irregularidade ou reclamação, mas sempre por escrito e assinado pelo reclamante. Não pagar nada ao C.Dentista para os Atos Odontológicos cobertos pelo seu plano.

DEVERES DO USUÁRIO

São deveres do Usuário Beneficiado:

Consultar sempre, em caso de dúvidas, o departamento pessoal / benefícios ou RH de sua empresa ou a própria Uniodonto. Comunicar imediatamente a Uniodonto ou a Empresa a perda do Cartão Uniodonto ou da Ficha Clínica. Ser responsável ao marcar uma consulta, não faltando a mesma sem aviso prévio com antecedência mínima de 24 horas. Apresentar-se ao Cirurgião Dentista Cooperado (prestador) sempre com o Cartão Uniodonto / Ficha Clínica, carnê de pagamentos (pessoa física) e um documento de identidade. Ser consciente no uso do sistema, utilizando-o somente quando necessário. Manter os seus pagamentos em dia evitando juros, multas, ou até mesmo a suspensão do atendimento. Comparecer, quando for convocado para uma consulta de avaliação técnica / controle de qualidade, no local, data e hora que lhe for indicado. Respeitar os mecanismos de regulação.

CARTÃO UNIODONTO

O Cartão Uniodonto é pessoal e intransferível e de apresentação obrigatória juntamente com um documento de identidade, para obter o atendimento Odontológico. Jamais empreste o Cartão Uniodonto para outra pessoa (constitui crime de falsa identidade - Artigo 308 e estelionato - Artigo 171 do Código Penal). Será considerado "uso indevido" a utilização dos serviços cobertos e não cobertos pelo contrato, por usuário que perdeu esta condição e também por terceiros que não sejam usuários, com ou sem o conhecimento daquele. O uso indevido do Sistema implicará a critério da Uniodonto, no pedido de indenização por perdas e danos, na exclusão do titular e nas suas conseqüências, ainda que o ato tenha sido praticado sem o seu conhecimento.

CARACTERÍSTICAS DO CARTÃO UNIODONTO

TIPOS DE CONTRATOS - verifique abaixo qual é o seu caso.

CONTRATO PESSOA FÍSICA-INDIVIDUAL OU FAMILIAR é o plano que você faz diretamente com a operadora Uniodonto e onde você e seus dependentes inscritos são os beneficiados. Ao adquirir um plano de Saúde Odontológica Uniodonto, a pessoa física é informada das coberturas do plano escolhido, bem como das carências e co-participação (quando existirem). A pessoa física recebe uma cópia do contrato. É importante ler o mesmo e solicitar explicações detalhadas num dos escritórios da Uniodonto.

CONTRATO PESSOA JURÍDICA (EMPRESA) o plano que a empresa faz diretamente com a operadora Uniodonto e onde os funcionários / colaboradores e seus dependentes inscritos na Uniodonto são os beneficiados. Contrato pessoa jurídica (empresa) é composto conforme os interesses da própria empresa contratante. É muito importante estar ao par do contrato celebrado e para tanto obtenha o máximo de informações junto ao o departamento pessoal / benefícios ou RH de sua empresa ou mesmo num dos escritórios da Uniodonto.

Tanto o contrato Pessoa Física Individual ou Familiar como o Contrato com Pessoa Jurídica podem ser por Mensalidades (contra-prestação pecuniária) ou por Custo Operacional (valor pré determinado).

PLANOS / COBERTURAS

Na primeira coluna da tabela na nossa página Coberturas estão descritos os Procedimentos Odontológicos Ambulatoriais cobertos, baseados na Resolução RN n.º 9 de 26 de junho de 2002 da ANS. Na segunda coluna estão as explicações dos respectivos termos técnicos. Alguns ou todos os procedimentos podem ter co-participação - para saber qual ou quais, consulte seu contrato. Leia também abaixo em "mecanismos de regulação" a explicação sobre o que é co-participação.

CARÊNCIAS

Os prazos de carência começam a contar efetivamente, após o pagamento da inscrição e mais a primeira mensalidade.
No contrato de prestação de serviços pessoa Física ou Jurídica constam as carências. Consulte o item PLANOS / COBERTURAS / CARÊNCIAS.

MECANISMOS DE REGULAÇÃO

Mecanismos de Regulação são recursos permitidos pela Lei 9656/98 e adotados para controlar a demanda ou a utilização dos serviços prestados aos beneficiados, visando reduzir o custo final do plano ao usuário. Os Mecanismos de Regulação adotados pela Uniodonto são:

Autorizações Prévias - para determinados procedimentos poderá ser necessário uma autorização prévia, que será fornecida pela Uniodonto ou por C.Dentistas Cooperados Avaliadores indicados pela Uniodonto;

Direcionamentos - alguns procedimentos, principalmente os mais especializados, poderão ser direcionados para determinados C.Dentistas Cooperados (prestadores) indicados pelos C.Dentistas Cooperados Avaliadores e ou Uniodonto;

Porta de Entrada - é um procedimento utilizado pela Uniodonto, antes de ser realizado o efetivo tratamento dental. O usuário deve passar por um C.Dentista Cooperado Avaliador para que este faça o planejamento do seu Tratamento Odontológico e também dará todas as instruções sobre higiene bucal;

Co-participação - é uma parcela de pagamento que cabe ao usuário na realização de alguns procedimentos, podendo variar de 1% até no máximo 50% do valor do procedimento baseado na tabela da Uniodonto de SC (consulte seu contrato).

ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO PERSONALIZADO

Existem duas maneiras de obter o Tratamento Odontológico necessário, dependendo do contrato celebrado entre as partes.

1-Porta de Entrada ATRAVÉS de Cirurgião Dentista Avaliador

- Para as regiões ou cidades definidas no contrato;
- Procure na listagem de Cooperados o C.Dentista Avaliador mais próximo ou ligue para um dos escritórios da Uniodonto. Ela lhe indicará o CD Avaliador;
- Marque a consulta inicial por telefone ou diretamente no consultório do CD Avaliador escolhido;
- Apresente obrigatoriamente, ao C.Dentista Avaliador, seu Cartão Uniodonto, um documento de identidade e seu carnê de pagamento (quando for contrato pessoa física);
- O CD Avaliador fará uma avaliação inicial de suas necessidades fazendo um planejamento do seu tratamento e indicará como proceder a partir deste momento.
2-Porta de Entrada SEM Cirurgião Dentista Avaliador 

- Para as regiões ou cidades definidas no contrato;
- Telefone ou de preferência, vá pessoalmente marcar o seu horário, mas lembre-se que o C.Dentista escolhido não tem só você de como cliente, e por isto, pode acontecer que no momento não tenha horário disponível. Neste caso aguarde uma hora vaga ou selecione outro profissional;
- Apresente obrigatoriamente, ao C.Dentista Cooperado (prestador), seu Cartão Uniodonto, um documento de identidade e seu carnê de pagamento (quando for contrato pessoa física);
- O C. Dentista Cooperado (prestador) escolhido saberá como proceder a partir deste momento.


PRODUTOS ACESSÓRIOS - ATOS ODONTOLÓGICOS COMPLEMENTARES

Produtos Acessórios ou Atos Odontológicos Complementares são todos os serviços Odontológicos não cobertos pelo plano ao qual você pertence. A Uniodonto através de seus C.Dentistas Cooperados (prestadores) está apta a realizar estes serviços através de uma tabela própria. Estes atos somente poderão ser realizados com a autorização por escrito da sua empresa ou por um dos escritórios da Uniodonto, em ficha clínica própria para este fim. Informe-se com o C.Dentista Cooperado (prestador), C.Dentista Avaliador, Uniodonto ou na empresa em que trabalha para obter este benefício.

ATENDIMENTO FORA DA SUA ÁREA DE ABRANGÊNCIA

Para atendimento Odontológico normal fora da sua área de abrangência geográfica, entre em contato com a Uniodonto de SC pelo telefone 0800 47 1500 e ela lhe indicará como proceder.

URGÊNCIAS / EMERGÊNCIAS

Se você ou algum de seus dependentes inscritos estiver fora da área de abrangência geográfica da Uniodonto (viajando) e necessitar de atendimento Odontológico urgente ou emergência, procure a Uniodonto mais próxima ou vá diretamente a um C. Dentista ou Pronto Socorro Odontológico. Nestes casos, os serviços prestados (emergência ou urgência) serão reembolsados pela Uniodonto, mediante recibo do pagamento, mais uma declaração do C.Dentista que prestou o atendimento, informando que se tratava de uma situação de emergência/urgência. Nesta declaração deve obrigatoriamente constar ainda o nome completo do C.Dentista, o n.º do CRO e o endereço. O reembolso será sempre efetuado pela Tabela de Procedimentos Uniodonto e o prazo para apresentação com fins de ressarcimento das despesas é de trinta dias. O pagamento pela Uniodonto se dará no máximo em 30 dias após a entrada da documentação.

MANUAIS

Manual

Usuário e Dicas
de Saúde

MANUAL

Orientação para Contratação de Planos de Saúde